sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

FAZENDO A DIFERENÇA NA ADVERSIDADE


1º Aos Coríntios 2
Ali em corinto existiam servos de Deus sufocados pelas más influências.  Por tanto mesmo sabendo que essa é uma carta endereçada a eles na intenção de ajuda-los, também podemos perceber que através do apostolo Paulo Deus deseja salvar uma nação afundada no pecado.  À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso, (1 Coríntios1:2)... Porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da família de Cloe que há contendas entre vós (1 Corintios 1:11). Com tudo não estarei abordando sobre a vida desses irmãos, e sim sobre dois pontos hostis à pregação do evangelho pelo apostolo Paulo em corinto e entendermos que Deus pretendia salvá-los por meia de algo sobrenatural: “a cruz de Cristo” e nãopelo conhecimento humano.

Irmãos: a pregação do evangelho em Corinto foi um grande desafio para o apostolo Paulo. Primeiro: o estado espiritual e social daquela cidade. O pecado e a corrupção moral tomava conta de muitos, por tanto a situação espiritual e política estavam em decadência.
Em segundo lugar: a simplicidade da mensagem. A mensagem que apostolo tinha para entregar era muito simples aos ouvidos de um povo mergulhado no pecado e cercados de muitas influências.
Nos dias do apostolo Paulo corinto fazia parte de uma das províncias da Grécia (Acaia e Macedônia) duas províncias romana.
A influência cultural em certo ponto pode se tornar um obstáculo para a pregação do evangelho. Alem do estado de corrupção espiritual em que se encontrava a cidade de corinto, tinha também a influencia do País.  A Grécia que naquela época estava dividida e sofria a influencia de Roma, era um campo minado para a pregação do evangelho.
As duas províncias, Macedônia e Acaia faziam parte de Roma, mas, ficavam na Grécia. A Grécia é um país europeu, e uma das coisas com que eles mais se preocupavam era com a filosofia, admiravam muito o saber humano, cuidavam muito dessa parte, mas pouco se preocupavam com uma vida espiritual saudável, ou seja: Cristo não era o centro na vida deles, eles não tinham o verdadeiro Deus. Diana ou Artemis era um dos deuses adorado, tanto por romanos quanto por gregos.
Roma era uma perseguidora do evangelho, o próprio Paulo mesmo tendo nacionalidade romana, foi preso provavelmente duas vezes, (Atos 28:11-31; 2º Timóteo 1:16-17; 2º Timóteo 4). Com tudo isso, o apostolo Paulo não desistiu de anunciar o Cristo crucificado.  Não foi fácil! Porque para os que estão presos aos pecados e firmados nos conceitos humanos, não é fácil aceitar a mensagem do evangelho. Porem, para Deus não existe barreiras, não importa o tempo ou lugar, não importa a cultura, as crenças religiosas, não importa a historia; o diferencial está no poder do evangelho. Quando o apostolo se dirige a eles, diz: E eu irmãos, quando fui ter convosco, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria, (v, 1). Sabedoria humana não iria fazer nenhuma diferença para aqueles em corinto, porque a fé deles já estava apoiada em sabedoria humana. Amados como sabemos o evangelho é o poder de Deus para salvar todo aquele que crê, e em 1 Coríntios 2:2-9 Paulo deixa isso bem claro: que não devemos nos apoiar em sabedoria humana mas sim no poder de Deus. Sabemos que as coisas que Deus tem preparado para os que ele ama são grandes e insondáveis, e que a mensagem do evangelho é mesmo simples, porem, poderosa e eficaz.
 Cristo fez a diferença, ele nos deixou o exemplo de que vivendo na direção do Espírito Santo e no poder de Deus, é possível vê a transformação de muitas vidas pela simples, mas poderosa mensagem do evangelho. Do mesmo jeito que o Espírito Santo atuou na vida e ministério do apostolo Paulo, ele atua hoje em nós, porque a nossa mente é orientada não por homens, e sim, por Cristo, (veja os versículos 12-16). O apostolo Paulo também fez a diferença no seu tempo porque não olhou para os obstáculos, mas se entregou à vontade de Deus. Pregou o evangelho no poder e na direção do Espírito Santo. Ali em corinto por meio dele, Deus edificou uma igreja, (Atos 18:1-18), Deus cumpriu o seu propósito.
Pr. Carlos Azevedo – Programa: VOZ DA NOVA GERAÇÃO 15/11/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário