sexta-feira, 26 de abril de 2013

DO SEU JEITO, SENHOR


Por BRUNA E RHANÚSIA
Em: Eu Escolhi Esperar


Enquanto vivemos sem um verdadeiro conhecimento de Deus, tomamos atitudes segundo o nosso querer e o nosso saber. Não passa pela cabeça que há um Deus Todo-Poderoso, que deseja estar à frente de nossas vidas para realizar os Seus sonhos em nós.



Fatalmente seguimos nosso coração, que além de não saber o que nos acontecerá em seguida, é enganoso e corrupto (Jr 17:9). Realizamos praticamente todos os nossos desejos, impulsionados pela concupiscência dos olhos e da carne (1Jo 2:16), não atentando para as graves conseqüências que nos sobrevirão.

Conseqüências essas que nos levam a lugares que, cedo ou tarde, pelo amor ou pela dor, nos farão voltar nossos olhos para Ele.

Quando O olhamos e verdadeiramente compreendemos que Ele sabe e nós não, começa o processo de aperfeiçoamento.

Chegamos até Ele totalmente destruídos, claro! Pois não conhecemos o futuro, e isso nos leva a colocarmos nossas razões de viver em coisas que passam ou passarão com o tempo.

Sem um relacionamento com Ele, cada rasteira da vida nos traz feridas e mágoas que talvez por fora não se possam ver. Mas, interiormente, onde só Ele pode sondar (Sl 7:9), esquadrinhar (Jr 17:10), penetrar (Hb 4:12) e onde ninguém jamais chegou antes, estamos sangrando e totalmente estraçalhados.

“Deus justo, que sondas as mentes e os corações, dá fim à maldade dos ímpios e ao justo dá segurança." Salmos 7:9

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." Hebreus 4:12

Toda a sujeira que foi acumulada durante todo o tempo que vivemos “auto-suficientes”, começa a ser retirada, pouco a pouco, através do perdão, das renúncias.

Todo o lodo que outrora penetrou em nosso caráter através do orgulho, agora começa a sair com o reconhecimento da necessidade de sermos humildes como nosso Mestre.

Nas fraquezas podemos contemplar como Ele faz. Sim, porque, enquanto não entendermos que nosso dever é obedecer e deixá-Lo trabalhar, as nossas forças limitadas, das quais estamos cheios, O impedem de tomar o Seu lugar nas batalhas, pois, não permitimos que assim o faça. 

O reconhecimento do Seu poder nos torna ainda menores e mais dependentes da Sua presença. 

Ele sempre tem a maneira perfeita de fazer acontecer no tempo certo, nem um minuto a mais e nem um minuto a menos. Cabe a nós, entendermos sempre que somos totalmente dependentes Dele.

Quando diminuímos para que Ele venha a crescer (Jo 3:30), estamos simplesmente tomando o nosso lugar e oferecendo a Ele o Dele.

Deixemos que Ele faça do jeito e no tempo certo, pois, sabemos que o que Ele faz resultará em nosso processo de aperfeiçoamento, que tem data para terminar: O dia de Cristo! (Fp 1:6).

SEJAMOS UMA NOVA CRIATURA EM CRISTO JESUS!!!

No amor de Cristo,

Nenhum comentário:

Postar um comentário