sexta-feira, 12 de julho de 2013

RODA DE CONVERSA

Por BRUNA THALITA SILVA
Estava sentada em uma mesa com meus pais e meus pastores, enquanto conversávamos sobre várias coisas da nossa vida, como faculdade, igreja, temas sociais e também contávamos piadas e brincávamos. Nos divertimos muito. Enquanto estávamos conversando, eu pensei: é esse tipo de conversa que deveríamos ter com todas as pessoas, com nossos amigos, irmãos de igreja, família. Uma conversa saudável, relevante e engraçada.


Quero que você pare um pouco e pense: as conversas que você tem tido com as pessoas ao seu redor são edificantes para você e para os outros?! Após um tempo de conversa com seus amigos você sai mais ou menos cheio de Deus?! Será que essas conversas tem agradado ao coração de Deus ou não?!

É comum vermos jovens sempre envolvidos em fofocas, em más conversações ou em conversinhas banais sem nenhuma relevância para sua vida, e as vezes, encontrar pessoas com conversas relevantes e edificantes pode ser uma tarefa difícil.

Mas, hoje quero te fazer uma outra pergunta: qual é o nível da SUA conversa?

A Palavra de Deus diz em 1 Coríntios 15 versículo 33, "não se enganem: as más companhias corrompem os bons costumes". Em algumas traduções troca-se a palavra companhia por conversações.

De acordo com a Bíblia, se andamos com pessoas cuja fala é má os bons costumes serão corrompidos. E isso nos leva a pensar em outra coisa. Com quem temos nos sentado a mesa? Quem são suas companhias? Seus amigos te aproximam ou não da presença de Deus?

A conversa, a fala, é algo normal nos nossos dias, precisamos deste instrumento para nos comunicarmos e vivermos bem em sociedade. Mas as conversas más podem nos atrapalhar e nos tirar do caminho. Não estou dizendo para você abandonar seus amigos, mas estou alertando, cuidado, conversas más corrompem os bons costumes. Isso é o que Deus está dizendo para mim e para você.

Sempre que estou com meus amigos ou com outras pessoas, eu me pergunto: se meus pais estivessem ouvindo essa conversa, se alegrariam com a minha fala? Os pais são a autoridade sobre nós aqui na terra, quando penso neles, também penso em Deus. Será que o Pai maior tem se alegrado com a nossa fala?

E aí, com que você está sentado na mesa?! Quem são suas companhias?! O que vocês tem conversado?! É edificante, relevante e engraçado?!

Quero te desafiar a ter uma linguagem, uma fala e uma conversa que sejam agradáveis a Deus e que tudo que saia de você seja para edificação de alguém. 

Que nesta semana todas as mesas em que você se assentar seja para anunciar o Evangelho. Deus o abençoe e lhe permita ter boas conversas com boas companhias!

Beijos!

Com carinho,
Bruna Thalita

Nenhum comentário:

Postar um comentário